área de acesso restrito
  • continuar conectado
Lembrar minha senha
sem cadastro

O NOVO TRANSPORTE PÚBLICO COLETIVO

Data: 21 a 23 de setembro de 2021

Evento on-line

A pandemia de Covid-19 impôs uma nova e dura realidade ao mundo. O ano de 2020 foi o pior da história do transporte público no Brasil, com queda de até 80% no número de passageiros transportados no auge das medidas de distanciamento social. Apesar de todos os desafios, o transporte público por ônibus urbano continuou sendo ofertado por empresas e colaboradores comprometidos em garantir esse serviço essencial e o cumprimento do direito constitucional de ir e vir, apesar dos expressivos prejuízos acumulados, que superam R$ 14 bilhões após um ano do início da crise sanitária.

A pandemia expôs de forma inequívoca a importância do transporte público e, ao mesmo tempo, as limitações e inconsistências do atual modelo de prestação desses serviços vigente no país. Com a perspectiva de retomada da plena normalidade tanto na economia quanto na vida das cidades a partir da ampla vacinação da população, até o final do ano, torna-se oportuno e necessário debater o novo transporte público coletivo que a sociedade brasileira quer e precisa no pós-pandemia, a partir das lições aprendidas na crise. Um transporte que não dependa mais, basicamente, do passageiro que paga tarifa, e que possa oferecer mais conforto e qualidade aos seus clientes.

Novos modelos de contratação, financiamento e custeio para o transporte público coletivo são os principais temas abordados na 34ª edição do Seminário Nacional NTU, que debaterá propostas para um novo marco legal do setor, alinhado com as melhores práticas internacionais, capaz de impulsionar a retomada do segmento com o resgate do equilíbrio econômico e da capacidade de investimento das empresas operadoras e do poder público. Regras e parâmetros atualizados que permitam assegurar maior oferta com menores preços, melhor prestação de serviços, mais eficiência e transparência, que atendam tanto aos objetivos de órgãos gestores quanto as necessidades e expectativas dos passageiros e os compromissos das operadoras.

Um novo transporte público coletivo para uma nova mobilidade urbana, que efetivamente alcance o patamar de satisfação e excelência tão desejado pela sociedade brasileira.